domingo, 16 de outubro de 2011

B de Bollywood

Quem disse que a Índia só vive de tchai, Raj e Maya, templos e vacas? hihihihihihihi
La la la...os caras são feras no cinema - pelo menos na minha opinião!

Quem aqui já ouviu falar em Bollywood???
Bollywood é a maior indústria de cinema indiana, conhecida nacional e internacionalmente. O nome Bollywood não é coincidência gente. Eles uniram Bombaim (região onde se situa a indústria cinematográfica) e de Hollywood, mas gente, nem todos os filmes porduzidos na Índia vêm de Bollywood ok?
O que diferencia os filmes de Bollywood dos outros filmes indianos, é que a maioria dos filmes produzidos em Bollywood são musicais, tenho muita música e dança. Segundo dizem, o sucesso dos filmes blollywoodianos depende da quailidade dos números musicais e para isso geralmente costumam lançar no mercado as músicas dos filmes para que já alcance o interesse do públicio. É tudo uma questão de markeitng né gente?

Olha gente, Bollywood é muito maior do que essas infos básicas que acabei de passar. Alias, queria falar que o cinema indiano no geral, bollywoodiano ou não, tem me conquistado cada vez mais.

Hoje assisti Delhi Belly (Bollywood), uma comédia escrachadíssima no melhor estilo Se Beber Não Case!
A história mostra que mesmo na Índia, quando tem que dar m$#@, dá m$#@  messsssmo!
A parada é a seguinte:
Tashi, Arup e Nitin são três amigos comédia que dividem um apartamento. Tashi está de casamento marcado. Arup vive em guerra com a ex noiva que lhe largou do nada e vai casar com outro e com seu chefe tosco. Nitin é um fotojornalista que se arrepende profundamente de ter experimentado o tão falado e delicioso frango tandoori de um vendedor ambulante. E como se tudo isso não bastasse, os três ainda vão se envolver numa tremenda confusão com um gângster da pesada! Pois é gente, definitivamente confusão é o que não falta. Eu adorei!!!!

Outro filme indiano incrível e está na lista dos meus preferidos (e que já indiquei aqui), é o Guzzarish (Eutanásia). Apesar do título um tanto dramático, a história fica leve graças ao toque de humor que usaram para contar a história de Ethan Mascarenhas, um ilusionista top de linha que depois de um acidente durante um espetáculo, fica tetraplégico e apela junto  à justiça indiana pelo direito de morrer. Pois é gente, o filme tinha tudo para ser  um drama daqueles, mas eu fui surpreendida por uma história linda e leve com muitos momentos engraçados que faz rir, chorar, enfim, se emocionar muito. No elenco, Aishwarya Rai, uma atriz indiana diva super conhecida na indústria bollywoodiana.

Existe ainda a versão bollywoodiana de Pride e Prejudice, que na versão bollywood chama-se Bride and Prejudice. Eu adoro esse filme! Nada mais é que o encontro de Bollywood com Hollywood!!! Apesar desse filme baseado num romance da escritoria inglesa genial (e minha preferida) Jane Austen ter uma carga dramática grande, Bollywood tratou de seguir bem o roteiro porém deixando a história sua cara e conseguiu. Música, dança, drama e humor é o que não falta no Bride and Prejudice, além de nos fazer viajar do ocidente ao oriente, passando pela índia, California e Londres...ufa né?!
Para quem adora Jane Austen e quer curtir um pouco do cinema indiano bollywoodiano, com certeza essa é uma excelente opção!!!! E mais uma vez, lá está a diva Aishwarya Rai.

Para quem não conhece a história, aqui vai a de Bride and Prejudice (mas tente ver também a versão original Pride and Prejudice, é parecido mas não é o mesmo ok?):
Na cidade indiana de Amritsar vive a família Bakshi. A mãe, Manorama Bakshi, como toda mãe indiana, sonha casar suas quatro filhas, principalmente as duas mais velhas, Jaya e Lalita, porém esta última está mais do que decidida a encontrar, ela mesma, seu próprio marido. Na festa de casamento da amiga das meninas, está Balraj um inglês descendente de indianos que veio ao país acompanhado da irmã kiran e de seu amigo americano Will Darcy. Balraj logo se encanta por Jaya e seu amigo Darcy apesar de ser incentivado por seu amigo, acha que Lalita, assim como qualquer outra indiana, não servirá para ele. Quando se conhecem, Lalita logo conclui que Darcy não passa de um americano mimado e orgulhoso. E aí gente, muita confusão, música, romance e comédia vai rolar...tem que ver! hehehehe

Pois é pessoas, como uma apaixonada por filmes, acabo viajando pelas mais diversas produções cinematográficas, evitando ficar somente nos filmes americanos e sim, acabo sempre me surpreendendo muuuuito! Ultimamente meus preferidos são os filmes indianos, franceses e italiano, sobretudo as comédias!

Por hoje é isso aí gente!

Tem tantos outros filmes legais para indicar, mas vamos com calma né?

Até a próxima!

xoxo

Um comentário:

  1. muito interessante.
    ja estou seguindo

    meu blog

    brasilegito.blogspot.com

    um abc

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.